Vôlei – O Guia Completo

Vôlei - Guia Prático para Você Entender Tudo sobre o esporte

O Vôlei é um dos esportes mais praticados no Brasil, talvez ficando atrás apenas do futebol.

Você também é fã do volleyball ou tem interesse nessa modalidade? Então bora ler esse guia conosco.

índice

Vôlei - Guia Prático do Iniciante

Trouxemos para você um guia com informações que vão desde a história por trás do esporte, como ele cresceu no Brasil, os principais títulos competitivos, regras, fundamentos, benefícios e curiosidades.

Você também vai entender como o Vôlei integra o rol de esportes do Clube Paineiras do Morumby, quais modalidades o clube oferece e os objetivos do esporte dentro da política esportiva do Paineiras.

Como se joga Vôlei?

O Vôlei de quadra é jogado por duas equipes com 6 jogadores cada, com 6 jogadores reservas que podem entrar na partida entre um ponto e outro.

Os jogos são disputados em 5 sets de 25 pontos. O time que vencer 3 sets primeiro será o vencedor.

Para vencer um set, uma equipe precisa marcar 25 pontos, com pelo menos 2 de vantagem para o adversário. Caso haja um empate por 24 a 24, o set continua até que uma equipe consiga abrir a vantagem de 2 pontos.

Se o placar de sets ficar em um empate de 2 a 2, é disputado um set desempate, conhecido como “tie-break”. Vence a equipe que conseguir marcar 15 pontos primeiro, desde que haja vantagem de 2 pontos para o adversário. Se o empate persistir em 14 a 14, o tie-break segue até que uma equipe abra a vantagem de 2 pontos.

Para pontuar, as equipes devem, além de passar a bola sobre a rede, buscar com que ela caia no chão do lado da quadra adversários. Os times também pontuam quando o adversário manda a bola para fora dos limites da quadra ou rede, como também quando cometem faltas.

O jogo começa com um saque. O jogador responsável por colocar a bola em jogo, deve fazê-la passar sobre a rede e cair dentro da quadra do lado adversário. A equipe que recebe o saque tem o direito a três toques para devolver a bola para a quadra adversária.

Esses três toques são conhecidos como recepção ou passe, levantamento e ataque. Junto com o saque e o bloqueio, eles formam os fundamentos do Vôlei como veremos abaixo.

voleibol cat A

Fundamentos do Vôlei

1 - Saque

É um dos principais fundamentos do esporte e o ponto de partida do jogo. Para sacar, o jogador deve estar atrás da linha de fundo e, durante o movimento, não pode pisar na quadra.

O jogador que sacar deve fazer a bola passar sobre a rede. Caso a equipe adversária não consiga receber a bola e dar sequência na jogada, acontecerá um “ace” (ponto direto de saque). A equipe que fizer o ponto será aquela que fará o saque no ponto seguinte.

volei saque 370

2 - Recepção

A recepção é um dos fundamentos básicos do Vôlei para que as equipes consigam receber os saques. Ela pode ser feita em qualquer lugar da quadra e, normalmente, acontece com uma manchete ou passe.

3 - Levantamento

Depois que uma equipe recebe um saque ou defende um ataque, aparece o levantamento. Nesse movimento, o jogador faz um passe para que um companheiro de equipe consiga atacar a bola e a mande para a quadra adversária.

Essa função, normalmente, cabe a um jogador específico da equipe, chamado levantador. Geralmente, o levantamento é feito através de um toque, mas também pode ser feito através de uma manchete.

4 - Ataque

No último movimento antes que a bola seja enviada ao lado do adversário, o jogador deve, preferencialmente, estar próximo à rede. Com um salto e o braço flexionado acima da cabeça, o atacante dá um “tapa na bola”, conhecido como “cortada”.

Para que o ataque seja bem executado, o jogador precisa realizar três movimentos de forma eficiente: saltar, bater na bola e pousar evitando encostar na rede nem invadir a quadra adversária.

5 - Bloqueio

Quando a equipe adversária ataca, uma das principais formas de se defender é utilizando o bloqueio. Assim, um ou mais jogadores saltam próximos à rede, com os braços esticados para cima, com o objetivo de bloquear a passagem da bola de ataque. Caso acerte o bloqueio e a bola espirre para sua própria quadra, ele não contará como um dos três toques que a equipe tem direito ao iniciar um ataque.

Quais as faltas no Vôlei?

As regras do Vôlei incluem diversas faltas no saque, ataque, passe de bola, toques, posição, rotação de jogadores e outros. Alguns exemplos são:

  • Dois toques: quando um jogador toca a bola duas vezes consecutivas ou a bola bate em várias partes de seu corpo.
  • Quatro toques: quando a equipe toca na bola quatro vezes antes de enviá-la ao adversário.
  • Condução: quando o jogador conduz a bola em vez de tocá-la.
  • Toque apoiado: quando um jogador se apoia em outro da sua equipe. Também é considerado falta se ele se apoia em alguma estrutura ou objeto dentro da área de jogo para acertar a bola.
  • Rotação: se a rotação entre os jogadores não acontecer corretamente na hora do saque, a equipe comete falta.
  • Rede: se jogar a bola entre o espaço das duas antenas próximas da rede ou tocar na rede em uma jogada de ataque ou bloqueio, o jogador comete falta.
  • Invasão: um jogador toca a bola ou um adversário no espaço adversário (antes ou durante um golpe de ataque (invasão por cima), ou um jogador interfere na jogada do adversário quando penetra no espaço do adversário sob a rede (invasão por baixo).

Posicionamento no Vôlei

A partida de Vôlei também possui diversos posicionamentos táticos. De forma básica, podemos dividí-lo em:

  • Posição 1: defesa direita, chamada de posição de saque.
  • Posição 2: saída de rede.
  • Posição 3: meio de rede.
  • Posição 4: entrada de rede.
  • Posição 5: defesa esquerda.
  • Posição 6: defesa central.

Principais termos do Vôlei

A partida de Vôlei também possui diversos posicionamentos táticos. De forma básica, podemos dividí-lo em:

  • Match point: ponto que pode definir o jogo.
  • Tie break: set de desempate, disputado quando há um empate em 2 sets a 2.
  • Set point: ponto que pode fechar o set.
  • Cravar: bater com força a bola em um ataque no chão da quadra adversária.
  • Deixadinha: um leve toque na bola, buscando um espaço vazio na defesa adversária.
  • Bola de segunda: ataque no segundo toque de ataque, surpreendendo o adversário.
  • Rally: sequência de jogadas que se prolonga com defesas e ataques, até que o ponto aconteça.
  • Manchete: toque na bola com os braços esticados e mãos unidas.
  • Cortada: uma forte batida na bola com uma das mãos.
  • Recepção: início da defesa, sendo o movimento executado após o saque do adversário.
  • Rodízio: movimentação no sentido horário dentro da quadra, mudando a posição dos jogadores.

Curiosidades sobre o Vôlei

  1. Os primeiros jogos de Vôlei eram realizados com uma bola produzida por uma câmara da bola de basquete coberta por um couro. O peso da bola era muito diferente, e ao longo dos anos sua produção foi se modificando, atualmente sendo feita com couro sintético e com um peso mais leve.
  2. A primeira quadra de voleibol tinha cerca de 15 metros de comprimento por 7,60 metros de largura. Atualmente ela mede 18 metros por 9 metros.
  3. As redes possuíam uma altura de 1,98 metros (do chão a borda superior). Atualmente, ela é colocada a 2,43 metros do solo para homens, e 2,24 metros para as mulheres.
  4. No início, a rede tinha um comprimento aproximado de 8,3 metros. Atualmente, ela possui de 9,5 a 10 metros de comprimento.
  5. Dia 27 de Junho é comemorado o “Dia Nacional do Vôlei”.

Onde surgiu o Vôlei?

O Vôlei foi criado em 1895 pelo americano William G. Morgan, diretor de educação física da Associação Cristã de Moços (ACM) na cidade de Holyoke, em Massachusetts, Estados Unidos.

 

Na época, o nome escolhido para a modalidade foi “mintonette”. O esporte disputava espaço com o basquete, criado apenas quatro anos antes, mas que já tinha uma rápida difusão popular.

 

Nos primeiros anos a modalidade precisou de muitos ajustes, pois o jogo ainda era muito cansativo para pessoas com idade mais avançada, principalmente pelo peso da bola e pela falta de regras claras. Foi o pastor Lawrence Rinder quem sugeriu algumas mudanças, como a colocação de uma rede semelhante ao do jogo de tênis, a uma altura de 1,98 metros e a fabricação de uma bola mais adaptável ao estilo da modalidade.

 

Rapidamente o esporte foi ganhando novos adeptos, crescendo de forma vertiginosa no cenário mundial. Em 1900, o Vôlei chegou ao Canadá, logo passando para outros países como China, Japão, Filipinas, México e outros países europeus, asiáticos, africanos e sul americanos.

 

Em 1962, no congresso de Sofia, o Vôlei foi admitido como um esporte Olímpico, tendo sua primeira disputa na Olimpíada de Tóquio, em 1963, com a presença de 10 países no masculino, entre eles o Brasil.

Como o Vôlei surgiu no Brasil?

Os primeiros registros indicam a prática da modalidade em meados de 1915, no colégio Marista de Recife, mas a grande notoriedade e difusão só vieram alguns anos depois, principalmente por iniciativa da Associação Cristã de Moços (ACM) de São Paulo.

 

O Fluminense foi o primeiro clube brasileiro profissional de Vôlei, organizando, em 1923, o torneio aberto para os membros da Liga Metropolitana de Desportos Terrestres em sua sede, na Laranjeiras.

 

Foi também em Laranjeiras que ocorreram a 1ª edição do Campeonato Sul-Americano de Voleibol Masculino e a 1ª edição do Campeonato Sul-Americano de Voleibol Feminino, ambos vencidos pelo Brasil.

 

Em 1954 foi fundado a Confederação Brasileira de Voleibol, até então a modalidade era ligada à Confederação Brasileira de Desportos (CBD). Foi a CBV a responsável por promover cursos e difundir o esporte através da criação de diversas escolinhas.

 

Até a década de 1980, porém, o voleibol ainda era um esporte de pouca valorização nacional, além de carregar um estigma de que se tratava de um esporte “para meninas”, enquanto o futebol seria o esporte “dos meninos”.

 

Após a Olimpíada de 80, o voleibol brasileiro deixou de ser amador e os atletas se tornaram profissionais, aos poucos se tornando um time mais competitivo dentro dos torneios e superando os grandes adversários da modalidade.

Quais os benefícios de praticar Vôlei?

De maneira geral, é possível elencar alguns benefícios da prática do Vôlei:

1 - Queima calorias e gordura:

A queima de calorias é um dos principais benefícios do voleibol, sendo um componente importante para quem busca por um programa de perda ou manutenção de peso.

2 - Tonifica e modela o corpo:

Os movimentos exigidos pela modalidade fortalecem a parte superior do corpo, como braços e ombros, bem como os músculos da parte inferior.

3 - Aumenta a taxa metabólica:

O nível de energia do corpo aumenta, melhorando seu desempenho geral em outros esportes e treinos. O Vôlei também é benéfico para os sistemas cardiovascular e respiratório.

4 - Melhora a coordenação:

Essencialmente, o Vôlei é uma atividade de coordenação mão/olho. Ou seja, quando você ataca, deve seguir a bola com os olhos e acertá-la no “ponto futuro” correto para conseguir o melhor movimento. O mesmo acontece na defesa, onde você deve reagir rapidamente para conseguir absorver o ataque adversário através de um ótimo posicionamento e movimento de braços, oferecendo um passe eficiente para seus companheiros.

5 - Melhora as habilidades interpessoais:

A modalidade exige trabalho em equipe e cooperação. As habilidades de liderança e capacidade de cooperação, bem como as experiências em lidar com vitórias e derrotas, fornecem aprendizados valiosos que podem ser utilizados no dia a dia.

6 - Aumenta o humor e motivação:

O envolvimento genuíno com o esporte melhora o humor, reduz o estresse e incentiva sua própria imagem, trabalhando sua autoconfiança, autoestima, motivação e capacidade de reagir aos obstáculos e procurar soluções para os problemas.

Crianças podem praticar Vôlei?

O Vôlei também um esporte que pode fazer parte importante no desenvolvimento físico e mental das crianças, trazendo benefícios como:

1 - Melhora na saúde física e mental:

A “alfabetização” motora e o desenvolvimento do domínio sócio afetivo são dois grandes protagonistas das aulas de Vôlei.

2 - Desenvolvimento de personalidade:

Compartilhar e transformar, direitos e deveres, vitórias e derrotas, diversidade e frustrações estão presentes na prática do Vôlei, fazendo com que a criança tenha contato direto com informações de valores fundamentais inerentes à vida em sociedade. Isso contribui de forma relevante na jornada de aprendizado da criança e na construção de sua personalidade.

3 - Aprender a seguir em frente:

As aulas e competições ensinam aos alunos que eles devem e podem assumir a responsabilidade pela própria jornada e que as vitórias e derrotas fazem parte do caminho e servem como indicadores que colaboram para ajustes e melhoras.

4 - Aprender a valorizar o coletivo:

Os alunos aprendem que o bem comum (coletivo) sempre está acima de qualquer benefício individual, e os resultados só serão alcançados quando trabalhados em equipe.

5 - Melhora a qualidade de vida:

Os esportes, de maneira geral, quando aplicados de maneira adequada ao estágio motor e mental do aluno, contribuem de forma global para a melhora da qualidade de vida e educação das crianças.

Quais os títulos do Vôlei brasileiro?

Como dito acima, foi a partir dos anos 80 que o Brasil começou a despontar como um adversário forte nos principais campeonatos competitivos de Vôlei masculino e feminino. O masculino chegou a bater na trave na Olimpíada de Los Angeles, em 1984, ficando com a prata.

Foi em 1992, em Barcelona, onde o Brasil de fato iniciou sua trajetória de potência no esporte, eliminando adversários expressivos para obter sua primeira medalha de ouro em esportes coletivos em toda a história dos Jogos Olímpicos. Posteriormente ganhando o ouro também em 2004, em Atenas, e em 2016, no Rio de Janeiro, além de duas pratas em 2008, em Pequim, e 2012, em Londres.

O feminino não fica para trás, ganhando o bronze em 1996, em Atlanta, e em 2000, em Sydney, além de dois ouros em 2008, em Pequim, e 2012, em Londres e a prata em 2020, em Tóquio.

O Brasil também tem grande tradição em outros campeonatos internacionais, com 3 Mundiais, 3 Copas do Mundo, 9 Ligas Mundiais e 12 Grand Prix. Em 2021, com o título da Liga das Nações, a seleção masculina de Vôlei se tornou a primeira seleção a somar títulos em todas as principais competições do Vôlei masculino.

Quem são as personalidades mais conhecidas do Vôlei?

No âmbito internacional, o atleta norte-americano Charles Frederick Kiraly talvez seja o mais destacado. Ele foi o único jogador a ter conquistado a medalha de ouro Olímpica na areia e na quadra. Kiraly foi bicampeão Olímpico de Vôlei de quadra (Los Angeles em 1984 e Seul em 1988) e levou o ouro na praia (Atlanta em 1996).

No Brasil temos várias lendas do Vôlei, tanto jogadores como treinadores, importantes para a mudança de patamar do Vôlei competitivo brasileiro, tais como Renan, Bernard, Tande, Maurício, Giba, Nalbert, Wallace, Sheila, Fabi, Jaqueline, Fernanda Venturini, Bernardinho, Zé Roberto e outros.

O Vôlei no Clube Paineiras do Morumby

O Vôlei está presente em todas as áreas esportivas do Clube Paineiras do Morumby:

  • Área formativa: responsável por todos os cursos de iniciação e aperfeiçoamento esportivo, tanto no SEFFE (Setor de Educação Física e Formação Esportiva), que engloba crianças de 1 a 12 anos, e SAT (Setor de Aperfeiçoamento Técnico), que engloba os jovens a partir dos 12 anos.

  • Área recreativa: responsável pela realização de eventos que podem ter duração de um final de semana a um ano, como também pela gestão de espaços e cursos das mais variadas modalidades. No Vôlei, é possível encontrar atividades para quem gosta de Futvôlei, Vôlei de praia e Voleibol master. 

  • Área competitiva: responsável pelo treinamento de atletas e equipes de alto rendimento que representam o Clube Paineiras em competições oficiais junto aos órgãos máximos do esporte.

As modalidades de Vôlei do Clube Paineiras do Morumby

O Vôlei está presente em todas as áreas esportivas do Clube Paineiras do Morumby:

1 – Vôlei competitivo: o Clube Paineiras do Morumby busca sempre o desenvolvimento da prática do esporte formal e não formal, assim como a formação de atletas olímpicos para representação em competições de nível nacional e internacional, organizados pelas federações e confederações de cada modalidade. No Vôlei, o clube participa de diversos campeonatos, principalmente para jovens, como o campeonato Metropolitano em São Paulo, em divisões como sub 13 e 14 feminino e outros.

2 – Vôlei SEFFE e SAT: atende crianças a partir dos 8 anos, passando os fundamentos básicos da modalidade, desenvolvendo as qualidades físicas básicas, o gosto e o interesse pela prática da modalidade. No SAT, com alunos acima dos 12 anos, o clube estimula a continuidade do prazer pelo esporte e encaminha alunos com potencial esportivo para equipes competitivas do Paineiras ou, quando não existir, para outros clubes.

3 – Vôlei de areia: modalidade integrada às atividades realizadas na quadra de areia, que concentra esportes como o Beach Tennis e Futvôlei. É uma atividade de lazer com horários reservados na grade de utilização da quadra. O clube também oferece curso regular da modalidade.

4 – Vôlei master: o clube oferece aulas regulares sob orientação especializada, nas quais os praticantes podem aprimorar suas habilidades, se capacitando para disputar torneios da modalidade. A área recreativa administra a participação de grupos em torneios interclubes como o Sindiclube para turmas do feminino e masculino.

O Clube Paineiras do Morumby é um incentivador do Vôlei, tanto na formação de nossos alunos, atualmente com mais de 3000 garotos e garotas que integram os esportes formativos oferecidos pelo SEFFE/SAT, como na realização de torneios Master, no Voleibol de areia, nos campeonatos e direcionamento de potenciais atletas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos relacionados