Amor paineirense: eternos namorados

Compartilhe:

O Paineiras é considerado por seus associados a extensão de seu lar e um oásis em meio a agitada capital de São Paulo. O clube reúne pessoas de várias partes da cidade que chegam aqui com a certeza de que vão viver momentos gostosos e inesquecíveis com amigos e familiares. Mas o Paineiras é também um proporcionador de encontros, muitas vezes, de almas que o destino escolheu para unir.

No clima do Dia dos Namorados, contamos a história de um casal de associados que se formou no clube, que ultrapassa sua terceira década, mas que com amor, se renova a cada dia. Os “pombinhos” em questão são Antonio Luiz de Vasconcelos, o Guga, e sua esposa Zaira Porta de Vasconcelos, que entre tempos de namoro e casamento, constroem essa linda trajetória há mais de 30 anos.

Guga é associado do clube há 55 anos, desde que tinha 8 anos de idade, junto de sua família. Zaira, por sua vez, também faz parte do quadro associativo do Paineiras há bastante tempo, beirando 50 anos. Ele sempre fez parte da turma do futebol do clube e ela, do vôlei e da natação. Como esse “match” aconteceu? Guga lembra muito bem de todos os detalhes.

Dia dos Namorados - 2022 (Guga e Zaira)

“Para quem não sabe, Zaira tem uma irmã gêmea e elas eram conhecidas como as gêmeas do Paineiras nas festinhas que frequentávamos quando éramos mais novos. Confesso que ela sempre me chamou a atenção quando passava correndo pelo clube ou quando estávamos na piscina. O tempo passou e fomos ficando mais velhos. Ela acabou indo para Londres estudar e só fui conhecê-la, de fato, quando ela voltou, já que um amigo meu havia casado com uma amiga dela”, relembra Guga.

iStock 683333262

A partir desse momento, Guga e Zaira, que iniciava sua carreira no mercado da moda, saíram algumas vezes e, algum tempo depois, começaram a namorar. Um detalhe curioso é que eles terminaram e se afastaram por mais ou menos um ano. Mas a tal força do destino apareceu de novo. Após alguns reencontros, o casal reatou e, 3 anos de namoro depois, veio o casamento que já tem mais de 26 anos.

Detalhe curioso que também envolve o clube: o pai de Guga jogava cartas com a mãe de Zaira e, como conta o paineirense, ele dizia a ela: “eu ficaria muito feliz se meu filho se casasse com uma de suas filhas”.

Hoje, o casal essencialmente paineirense comemora o fato de serem eternos namorados, mesmo com o desafio de conciliar duas rotinas diferentes mas que têm em comum o amor mútuo e pelo Paineiras.

Artigos relacionados