Motivação para treinar no frio

iStock 519432280

Com a chegada do frio, a disposição para praticar exercícios normalmente cai. Acordar cedo ou sair à noite para treinar é cada vez mais um desafio quando se fala de inverno. Então, surge a pergunta que o paineirense gostaria de saber a resposta: como vencer a preguiça nos dias de temperatura mais baixa e manter a rotina de treinamentos sem desanimar?

“Na época de frio, nosso organismo utiliza um mecanismo de proteção que desacelera o metabolismo, com o objetivo de poupar energia. Uma das sensações que temos é a de pouca vontade de sair para a prática da atividade física”, explica Zeca Fernando, coach da Ztrack Esportes e Saúde.

Para vencer essa “inércia” causada pelo organismo o coach indica algumas estratégias emocionais:

– Se envolva em projetos esportivos como perda de peso, ganho de força ou resistência física. E conte com um grupo de apoio com profissionais como treinadores, nutricionistas e psicólogos

 – Se comprometa em participar de alguma prova esportiva, como provas virtuais de corrida, em que o compromisso reforce sua motivação em alcançar seus objetivos;

“Nos dois casos, você pode combinar com um amigo, vizinho ou associado do Clube para realizarem atividade física juntos. É bem bacana, pois um pode cobrar a presença do outro e dividirem a responsabilidade na participação nos treinos. Quando você se vê envolvido emocionalmente em um projeto esportivo e tem números a serem atingidos, você consegue se manter a performance e a disciplina visando os objetivos finais”, ressalta Zeca.

Os benefícios de treinos no em baixas temperaturas

Segundo o coach, com temperaturas mais baixas, o corpo tende a perder mais energia e o peso tende a cair, quando isso é associado a uma atividade física adequada. “Além disso, para quem pratica esportes aeróbios como a corrida, normalmente a performance tende a melhorar bastante nesta época do ano o que colabora na motivação e engajamento no esporte”, completa.

Se agasalhar também é algo importante. De acordo com Zeca, o agasalho colabora para evitar perda de calor, que pode prejudicar a performance. Porém, é sempre importante sentir o grau de aquecimento, pois com a atividade física o organismo pode não necessitar de agasalhos. Mas, logo após o término da atividade, o praticante precisa colocar o agasalho novamente.

A importância da hidratação

Nos treinos em baixa temperatura, apesar da menor vontade de beber água, é sempre importante se manter hidratado. “Normalmente, no inverno, o organismo retém mais o liquido nele existente, como proteção e pela diminuição da transpiração, mas é importante haver uma troca do líquido corporal, por isso a importância da manutenção da hidratação recomendada”, enfatiza o Zeca.

Descanso e recuperação

Por fim, o descanso e a recuperação fazem parte do processo de equilíbrio e saúde física e emocional, uma vez que existem vários hormônios e neurotransmissores, que são liberados durante o período de descanso no sono noturno.

Artigos relacionados